A Monster Calls: Você pode aprender muito com uma árvore

Imagem relacionada
Conor O'Malley tem muitos problemas na vida. Seu pai é muito ausente, a mãe sofre de um câncer em fase terminal, a avó é uma megera, e ele é maltratado na escola pelos colegas. No entanto, todas as noites Conor tem o mesmo sonho, com uma gigantesca árvore que decide contar histórias para ele, em troca de escutar as histórias do garoto. Embora as conversas com a árvore tenham consequências negativas na vida real, elas ajudam Conor a escapar das dificuldades por meio do mundo da fantasia. { informações técnicas }



A Monster Calls é a adaptação cinematográfica do livro de mesmo nome. Logo no começo do filme, somos introduzidos ao pesadelo recorrente de Conor, onde o mundo começa a desmoronar e ele acaba, de alguma forma, deixando sua mãe cair de um penhasco e morrer. 

Não demora muito para termos uma visão mais ampla da realidade do garoto: com apenas 12 anos de idade, Conor mora sozinho com a mãe doente, faz boa parte do trabalho de casa, prepara a própria comida e vive de forma quase independente. Além disso, ele é extremamente criativo, e usa seu caderno de desenhos como válvula de escape para os problemas reais (que não são poucos).

Perto da casa onde Conor mora com a mãe, existe uma grande árvore. Um dia ela aparece para ele, exatamente à 00:07h, dotada de consciência e fala. Ela diz a Conor que irá lhe contar três histórias e, depois disso, ele terá que lhe contar a sua história, e aceitar sua própria verdade. 

Imagem relacionada

Mas mesmo com um acontecimento tão fantástico, a vida "real" de Conor ainda vai de mal a pior. Dá para notar que, como qualquer criança, ele ama a mãe acima de tudo e seu maior desejo é que ela melhore, mas começa a perceber que talvez isso nunca venha a acontecer. E as coisas só pioram quando surge a possibilidade de precisar viver na casa da avó, com quem ele não se dá tão bem assim.

No meio de toda essa confusão, a árvore continua aparecendo exatamente 00:07h e contando histórias que, a princípio, não fazem muito sentido para Conor. Ela fala sobre o dia em que ganhou vida e os feitos que vieram depois disso. Nada parece se encaixar muito bem, até que estas histórias vão se conectanto e refletindo de alguma forma no que está acontecendo na vida dele.

—Mas então quem é o bonzinho?
—Ninguém é completamente bom ou mau, Conor O'Malley.

Quando finalmente chega a hora de Conor contar sua história e verdade para a árvore, é um pouco chocante ouvi-la, e definitivamente emocionante ver que uma criança estava guardando um sentimento tão pesado por tanto tempo. Foi essa cena que me fez compreender o que o filme queria mostrar: a complexidade do ser humano e como todos possuímos não só um, mas vários lados, que vão do mais inescrupuloso ao melhor e mais bonito. Que um ato, bom ou ruim, não define alguém por inteiro.

Imagem relacionada


(o parágrafo a seguir contém spoilers pesadíssimos) E essa lição é posta a prova quando, nos últimos minuto do filme, as máscaras dos personagens começam a cair e percebemos que absolutamente nenhum deles era aquilo que fomos instigados a pensar ser. O garoto que batia em Conor encontra sua redenção, a avó aparentemente tão fria mostra que na verdade é a pessoa mais calorosa de todas, e até mesmo Conor, o protagonista, tem sentimentos totalmente opostos àqueles que deixa transparecer. Nós somos completamente enganados, e isso é genial!

Mas, pessoalmente, o que mais me tocou foi o conflito interior de Conor com sua própria verdade. Ele se culpava por ter certos pensamentos e sentimentos, e se esforçava para lutar contra aquilo e esconder bem fundo em seu coração. O que a árvore queria era que ele se perdoasse, e entendesse que "Você não escreve sua vida com palavras... Você escreve com atitudes. O que você pensa não é importante. O que você faz é".

Resultado de imagem para a monster calls tumblrO filme é incrível em todos os sentidos, e tem um clima maravilhoso, que me pareceu uma mistura de Desventuras em Série e Coraline, se é que isso faz algum sentido. O roteiro é lindo e cheio de frases que te fazem pausar a cena só para anotar e refletir. Os personagens, então, são complexos e muito bem trabalhados; duvido você assistir e dizer que entendeu alguém como totalmente bom ou mau. 

Assisti A Monster Calls de madrugada e dormi com o coração quentinho e em paz, porque sabia que tinha sido o filme certo, na hora certa. Nunca subestimem a sabedoria de uma antiga árvore, galera.

14 comentários:

  1. Eu adorei a resenha, e irei colocar o filme na minha lista de próximos a assistir. Eu não li os spoilers, mas estou curiosa ♡
    https://noitecer.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, fico muito feliz. Aposto que você vai amar, principalmente sem ter levado spoiler antes de assistir <3

      Excluir
  2. Oi! Tudo bem? Eu sou completamente apaixonada por esse filme e chorei horrores no final. Ele mexeu com tudo em mim: com as minhas crenças, minha criatividade, minha sensibilidade... Eu simplesmente amei demais. Porque é lindo, sem mas. Quero ler o livro também.

    Beijo!
    www.controversos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, Carol! Tudo bem sim, obrigada por perguntar ^^

      Nossa, sim! A Monster Calls me abalou em todos os quesitos também. E se você ler o livro, tenta resenhas o/ Amo suas resenhas

      Excluir
  3. eu amo esse filme!!!!!!!!!! Estou louca para ler o livro desde que assisti, amei muito. É lindo demais. Também me emocionei muito no final!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SIIIIM! Também estou pensando em ler o livro. É impossível não se emocionar com essa história.

      Excluir
  4. Quero morder essa resenha! Confesso que me segurei na parte em que entram os spoilers, porque ainda não assisti ao filme, mas confesso também que não aguentei e li um pouquinho mais. Que poesia maravilhosa que a obra aparenta ser! Indicação de ouro! Tanta psicologia envolvida... Estou louca para conferir.

    semquases.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHA, eu também não consigo me segurar quando vejo spoilers. Mas confere sim, aposto que você vai adorar! E tem realmente muita psicologia envolvida; todos os personagens são personalidades maravilhosas por si só.

      Excluir
  5. Nossa, pena sinopse, achei bem interessante! que engraçado, porque você foi descrevendo o começo do filme, eu fui meio que imaginando sabee, recriando na minha cabeça!
    achei interessante essa visão que você teve do filme, filmes que fazem a gente refletir é outro nível! Nossa é muito genial, essa troca dos personagens, acho isso muito sensacional. Porque filmes clichês, a gente tem de sobra ahhahaa

    Eu preciso assistir esse filme! vou anotar aqui!
    de madrugada ainda hahahahaa
    pra dormir com o coração quentinho também!

    www.mairanamba.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que bom que você gostou e consegui passar a imagem do filme de alguma forma. <3 E assista sim, garanto que vai te dar muito sobre o que refletir antes de dormir dksjdk

      Excluir
  6. Oii!
    Te marquei em um post lá no Paraíso Pessoal, vem ver!
    http://www.paraisopessoal.com/2018/04/tag-liebster-award.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, meu amor! Muito obrigada pela indicação, vou fazer assim que possível <3

      Excluir
  7. Pulei a parte com aviso de spoiler porque esse filme tá na minha lista da netflix há tanto tempo que chega a ser vergonhoso, mas agora tomei vergonha na cara pra assistir hahaha
    Beijos!

    Limonada (antigo Novembro Inconstante)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. DKSJDKSJD espero que goste tanto quanto eu gostei <3

      Excluir

Modelo por Grabarz do WioskaSzablonów © { X X X X }